pacca@diagnosticobucal.com.br

Exemplos de Cirurgias Ortognáticas realizadas pelo Prof. Dr. Francisco Pacca e equipe

Dois casos que ilustram muito bem o resultado da Cirurgia Ortognática

A cirurgia ortognática é o ramo da cirurgia bucomaxilofacial, que tem como responsabilidade a correção das discrepâncias maxilomandibulares. O procedimento cirúrgico é realizado totalmente por dentro da boca, não deixando marcas ou cicatrizes.

Orto, do grego, significa alinhado, correto e gnato, significa maxilar.

O resultado desse tipo de cirurgia traz benefícios funcionais para a mordida e para a Articulação Temporo Mandibular (ATM), além da melhora na estética e na harmonia facial.

Geralmente o uso de aparelho ortodôntico é necessário em conjunto com a cirurgia, que ajudará no nivelamento e posicionamento dos dentes.

 

Sabe aquele queixo projetado?

Na Odontologia chamamos de prognatismo mandibular ou relação de Classe III. É um tipo de desarmonia facial em consequência de uma discrepância maxilomandibular.

Neste exemplo (foto) ocorre um aumento de crescimento mandibular em relação à maxila, causando uma mordida cruzada anterior e um perfil facial côncavo.

Além do desconforto estético ao paciente, proporciona uma série de transtornos funcionais tanto para a mastigação quanto para a saúde da articulação temporomandibular (ATM). A correção dessas discrepâncias é feita por meio da cirurgia ortognática, que restabelece o equilíbrio anatômico da face.

 

 


Deixe seu comentário