Roteiro de aulas

PIGMENTAÇÃO DE TECIDOS BUCAIS E PERIBUCAIS

    1. Aspectos Clínicos:
      • manchas ou placas de cor negra, violácea ou cor de café com leite.
    1. Etiologia:
      • Melanócitos que intensificam a produção de melanina ou outras causas.

    III – CLASSIFICAÇÃO:

      1. Melanina:
        • Pontos ou zonas de pigmentação (racial)
        • Efélides ou sardas.
        • Melanose da gravidez.
        • Nevo pigmentado ou azul.
        • Síndrome de Peutz Jeghers.
        • Melanoma maligno.

    NEVO PIGMENTADO E AZUL:

      • Classificação histológica:

    MUCOSA:

      1. Intramucoso: lâmina própria e submucosa.
      2. Juncional: epitélio e conjuntivo (junção).
      3. Composto: epitélio e lâmina própria.
      4. Azul: porção inferior da lâmina própria e submucosa.

    PELE:

      1. Intradérmico: derme.
      2. Juncional: derme e epiderme (junção)
      3. Composto: derme e camada basal.
      4. Azul: tecido conjuntivo.
      • Todo Nevus na cavidade bucal deve ser removido.
      • Quando o Nevus têm pêlo, não há possibilidade de se transformar num melanoma.

    SÍNDROME DE PEUTZ-JEGHERS.

      • Doença: hereditária.
      • Manchas negras: por toda a boca, palmas das mãos e plantas dos pés.
      • Polipose intestinal: RX com contraste (enema opaco).
      • Características clínicas: manchas ao nascer ou na primeira década da vida que podem intensificar (mucosa bucal, manchas que permanecem definitivamente).
      • Pólipos Intestinais: proliferam provocando obstrução intestinal (potencial de malignização).

    MELANOMA MALÍGNO:

      • Representa 2% de todos os cânceres.
      • O cutâneo é o mais comum e com maior incidência nas mulheres, enquanto na cavidade bucal é mais freqüente nos homens.
      • Atinge mais a raça branca do que a negra e quanto à faixa etária, 90% dos casos ocorrem na idade de 30 anos para cima, sendo a média de 50anos.
      • Característica Clínica: surge como lesão aparentemente benigna, podendo o paciente relatar ou não a presença de lesão pigmentar prévia.
      • Localização: em boca = 80% palato e 20% no restante.
      • Sintomatologia: é relatada pelo paciente a duração de semanas ou meses e geralmente já apresentando nódulos regionais.
        • Produz destruição óssea adjacente e quando apresenta metástase é freqüente atingir o pulmão, fígado e cérebro.
      • Diagnóstico: a biópsia está indicada embora a massa do tumor quando manipulada cirurgicamente, a proliferação é mais rápida.
      • Tipo de Biópsia: indicada primeiramente é a excisional com margem de segurança de 3 à 5mm como se fosse um nevo. Se confirmar melanoma maligno a cirurgia é realizda à seguir com margem de segurança de 3cm.
      • Prognóstico: 30% de sobrevida de 5anos.

    CLASSIFICAÇÃO:

    2.) Sem Melanina.

    2.1) Alterações Vasculares:

      • Varizes bucais.
      • Hemangiomas.
      • Telangectasias.

    2.2) Presença de Corpos Estranhos:

      • Tatuagem por amálgama.

    2.3) Drogas e Intoxicação por Metais Pesados:

      • Chumbo = saturnismo.
      • Bismuto = bismutismo.
      • Mercúrio = hidrargismo.
      • Prata = argíria.

    Contribuição da acadêmica Valérica Pocopletz