Roteiro de aulas

Lesões Cancerizáveis

Queilite Actínica :

Lesão lábial provocada pela radiaçãosolar, principalmente (UVB).

    1. Ocorre quase que exclusivamente no lábio inferior.

    2. Prevalência: maior no sexo masculino; pessoas de cor branca; após os 40 anos.

    3. Potencial de malignização: aproximadamente 20%.

    4. Características clínicas: edema e eritema; descamações e ulcerações; áreas leucoplásicas e eritroplásicas; adelgaçamento do vermelhão; falta de evidências dos limites entre vermelhão e pele; perda de elasticidade labial.

    5. Características histológicas: hiperqueratose; displasia e atipia epitelial; acantose e atrofia epitelial; infiltrado inflamatório e vasodilatação; ulcerações.

    6. Tratamentos: – Vermelhectomia convencional.

– Eletrocirurgia: através do bisturi elétrico.

– 5-fluorouracil: medicação que induz necrose do epitélio.

– Crioterapia: com nitrogênio líquido.

– Laser de gás carbônico

– Ácido tricloroacético(70%).

  1. Prevenção: chapéu; protetor labial; controle (a cada 6 meses).

Nevo melanocítico
Nevo é um acúmulo de célula névicas ( cél arredondada contendo melanina )

Classificação de acordo com suas características histológicas:

– JUNCIONAL: células névicas localizadas entre a junção epitélio e conjuntivo. Maior potencial de malignização.

– INTRADÉRMICO ou INTRAMUCOSO: células névicas no conjuntivo. Pode ser azul ou intradérmico propriamente dito. Não possui potencial de malignização.

COMPOSTO: relativo potencial de malignização.

Conduta:

  1. Na boca, remover todos os nevus.

  2. Em pele, remover: os que tem assimetria de tamanho; diferenças de tonalidade; diferenças na linha de terminação; alterações de relevo; pruridos; história de crescimento; quando localizados em região de trauma; diferença de cor.

  3. Diferenciar nevus do hemangioma através da manobra de vitropressão.

Leucoplasia e Queratose irritativa
Queratoses e Leucoplasias não são removidas por raspagem. Leucoplasia é o aumento de queratina sem trauma associado. Queratose irritativa é o aumento de queratina, porém, com trauma associado.

Queratose irritativa:Etiologia: prótese, má oclusão, ap. ortodôntico, etc…

Tratamento: removendo o trauma, a lesão vai regredir.

Classicamente, a queratoze irritativa não é considerada lesão cancerizável.

Leucoplasia:
– 6% de chance de malignização.
– Tratamento: -cirurgia com bisturi normal.
– crioterapia
– laser
– vitamina A e vitamina B .
– Teste de Shodd ( azul de toluidina + ác. Acético 1% ) : direciona qual a região da leucoplasia a ser biopsiada.

Líquen Plano

  1. aspecto clínico típico: reticular ( estrias de Wickhan )

  2. aspecto clínico atípico: ulcerativo/ bolhoso

  3. idade: acima dos 30 anos

  4. vinculado ao stress emocional

  5. prevalência: 2 mulheres para 1 homem

  6. mais frequente em mucosa jugal

  7. malignização: 3%

  8. sem sintomatologia ou eventual ardência bucal

  9. Tratamento: – Betametazona 5ml, 3 vezes ao dia.

    – Prednisolona 20-60 mg ao dia.

    – Eventual acompanhamento com o psicólogo