Roteiro de aulas

HEMOGRAMA – Série Branca

I – Introdução

  • Contagem geral de leucócitos varia de 5 a 10ml por mm³ de sangue
  • Normocitose e indicativo mas não conclusivo de normalidade
  • Leucocitose e o aumento do numero de leucócitos e significa que o organismo apresenta uma inflamação ou infecção
  • Leucopenia e a diminuição do numero de leucócitos e significa que o organismo esta imunodeprimido

Contagem diferencial
(valores relativos)

*GRANULÓCITOS*

Neutrófilos = Representam cerca de 54% a 67% das células brancas. Esta dividida em: segmentados (55% a 65%), bastonetes (3 a 4%), metamielócitos (9%), mielócitos (0%).
Tem a função de fazer fagocitose de bactérias e pequenas partículas; aparecem nos focos infecciosos; e a 2ª linha de defesa do organismo.
Basófilos = Representam de 0 a 1% das células brancas. São responsáveis pela produção de histamina.
Basofilia = aumento do numero de basófilos podendo estar relacionados com a leucemia mielóide crônica, anemias hemolíticas crônicas, eritrema, varíola, varicela, após injeção de proteína heteróloga.
Basopenia = diminuição do numero de basófilos.
Normocitose = numero normal de basofilos
Eosinófilos = Representam entre 2 a 4 % das células brancas.
Eosinofilia = aumento do numero de eosinofilos e pode ocorrer devido a processos alérgicos, agudizaçao e reagudizaçao de processos específicos, verminoses, viroses, tumores malignos, período pós-irradiaçao, pênfigo, eritema, dermatite herpetiforme, granuloma eosinófilo, sarcoidose, anemia perniciosa, doença de Hodgkim, leucemia mielóide aguda e crônica, eosinofilia tropical, tumores ósseos, etc.
Eosinopenia = diminuição do numero de eosinófilos.
Normocitose = Numero normal de eosinófilos.

*AGRANULÓCITOS*

Linfócitos = são encontrados no sangue periférico e representam de 23 a 35% das células brancas. Têm a função de defesa imunológica tardia.
Linfocitose = aumento do número de linfócitos. Têm como causas mais comuns infecções crônicas, leucemias linfocíticas, etc.
Linfopenia ou Linfocitopenia = diminuição do numero de linfócito devido a doenças como AIDS, fase final da moléstia de Hodgkin, linfosarcoma, cirrose hepática, etc.
Linfócitos T = são células de ataque direto ou indireto; não produzem anticorpos; promovem a imunidade celular. Subgrupos: T4 (HELPER) e T8 (CITOTóXICOS). Na AIDS há inversão do índice T4/T8.
Linfócitos B = diferenciam-se em plasmócitos, que produzem anticorpos; fazem parte da imunidade humoral.
Monócitos ou Histiócitos = representam de 2 a 3% das células brancas. Promovem a cura do processo inflamatório e defesa orgânica.
Monocitose = aumento de monócitos. Pode significar um indício de boa reação por parte do organismo, certas infecções bacterianas, muitas infecções por protozoários (malaria, calazar, tripanossomíase), leucemia monocítica, alguns casos de tumores cerebrais, envenenamento por tetracloretano.
Monocitopenia = diminuição do numero de monócitos que pode ter a sua origem em fase aguda de processos infecciosos, desnutrição.

CONTAGEM VERDADEIRA
(VALORES ABSOLUTOS)

Representa a totalidade dos granulócitos e dos agranulócitos e é por este resultado que se observam a alterações (normocitose, neutropenia, neutrofilia, basinofilia, basilopenia, eosinofilia, etc.)

DESVIO A ESQUERDA

No desvio a esquerda temos um processo infeccioso agudo porem, com coerência na quantidade de celulas: pró-mielócitos < mielócitos < metamielócitos < bastonetes < segmentados. Isto caracteriza uma reação escalonada.

Quando não ocorre a reação escalonada, significa que há a invasão de células malignas na medula óssea (leucemia), podendo acontecer a nível de mieloblasto (leucemia mielóide aguda ou crônica), linfoblasto (leucemia linfática), monoblasto (leucemia monocítica).

OBS.: Segmentado = Neutrófilo maduro

Bastonete = Neutrófilo jovem

Roteiro elaborado por Eleonora Scavassini – leoscavassini@yahoo.com.br