Roteiro de aulas

Coagulograma

COAGULOGRAMA

Serie de exames complementares sobre a hemostasia do paciente. A hemostasia tem como funcao promover a parada de uma hemorragia.

  • MECANISMO PARA HEMOSTASIA

Surge a partir de um corte ou incisao.

Mecanismo Vascular – São mecanismos dos vasos responsaveis pela vasoconstricao no processo hemostatico, autonomo.
Mecanismo Plaquetario – São mecanismos das plaquetas que obliteram o sangue no caso de cortes ou traumas para não ocorrer hemorragia.
Mecanismo de Coagulacao – Tem como finalidade a formacao de rede de fibrina para fechar falhas vasculares para que não ocorra saida de sangue dos vasos. Pode ser extrinseco ou intrinseco.

  • EXAME CLINICO
  • avitaminose
  • deficiencia de tromboplastina
  • hemofilia
  • paciente anticoagulado
  • purpuras
  • infeccoes gerais
  • hipertensao arterial
  • doencas cronicas do figado
  • hemofilia
  • utilizacao de AAS
  • escorbuto
  • COAGULAÇÃO

Mecanismo Intrinseco = efeito contato/ fator XII – fator XI – fator IV – fator VIII

CALCIO

Mecanismo Extrinseco = liberacao tromboplastina tecidual/ fator III – fator calcio – protrombina – Trombina – fibrinogenio – fibrina.

Todas as ativacoes dos fatores dependem da vitamina K, acontecem como efeito cascata, após um ser ativado os outros tambem serao dentro da normalidade.

  • EXAMES COMPLEMENTARES
  • hemograma
  • TC (2 a 8 minutos)
  • Contagem de plaquetas (150000 a 300000)
  • TTPa (25 – 40 seg.)
  • TS ( 1 a 6 minutos)
  • TP ( 10 a 15 seg.) ou (70 a 100%)
  • TT (12 a 18 seg.)
  • Prova do laco ( medir P.A., soma PA maior com PA menor e divide por 2, inflar ate o resultado e conservar por 5 minutos.
  • Verificar se fica roxo por mais de 5 minutos (indica fragilidade vascular).

TS – tempo de sangramento
TC – tempo de coagulacao
TT – tempo de trombina
TP – tempo de formacao da pro trombina
TTPa – tempo de tromboplastina parcial ativada

  • HEMOSTATICOS DE AÇÃO GERAL
  • Etansilatos = Dicinone ( diminui a permeabilidade capilar, aumenta adesividade plaquetaria
  • Antifibrinoliticos = Transamin, Ipsilon (inibem a fibrinolise)
  • Estrogenos = Premarin, Styptanon (aumenta vasoconstricao, diminui a permeabilidade vascular, estimula sintese dos
  • tores II e V)
  • Vitamina K = Kanakion (estimula a sintese de fatores II, VII, IX, X – intra muscular administrado sob ½ ampola 12 hs antes da cirurgia ou 3 ampolas via oral).
  • Vitamina C = melhora motilidade e permeabilidade vascular.

Todos esses medicamentos, com excessao da Vitamina K devem ser administrados 3 dias antes e 3 dias depois da cirurgia/ 500mg – 3 vezes ao dia.
Em situacoes de emergencia pode-se suturar um comprimido de etansilatos dentro do alveolo.

  • HEMOSTATICOS DE AÇÃO LOCAL
  • Fisicos = pressao local, pincamento de vasos, quantidade de sutura, cauterizacao, cimento cirurgico e fixo.
  • Biologicos = Tampoes absorviveis – esponja de colageno (Gelfoam), esponja de fibrina (Zimoespuma e Fibrinol), adesivos hemostaticos(Colagel e Tessucol).
  • Adrenalina/ vasoconstritor = em emergencias, molha-se a gaze com adrenalina e pressiona-se sobre o local.


Roteiro preparado pela monitora Aline Mayer dos Santos – 3º Matutino