Roteiro de aulas

Citologia e Biópsia

  1. Exames Complementares :

    -O que é biópsia ?

    É uma manobra cirúrgica ,onde remove-se total ou parcialmente uma lesão, para estudo de suas características histológicas.
    excisional: remoção total da lesão, com margem de segurança.
    Incisional: remoção parcial da lesão mais tecido adjacente livre.
    Punção: do líquido de cavidade óssea/ou tec. Mole.
    Punch: padronizado, circular com variação do diâmetro
    Em profundidade tipo”cunha” em forma de “canoa”

    Indicação :

    Caso a lesão exigir que se faça o estudo anatomo-patológico.= para fechar diagnóstico diante de hipóteses.

    Contra indicação:

    Lesão enegrecida (melanoma) .Biópsia com os devidos cuidados:
    -ambiente hospitalar
    -presença do patologista
    -excisional
    -por congelação

    Instrumentos indicado para biópsia :

    -cabo/lâmina de bisturi
    -mat. Anestésico
    -instr. De apreensão da lesão (tecido)
    -tesoura de Metzembaun (divulsionar tecido) pequenos procedimentos
    -pinça Kelly reta/curva (hemostasia)
    -porta agulha (sutura)
    -pinça dente de rato
    -tesoura de ponta fina
    Mesa organizada, facilita o trabalho do c.d.
    1.antisepsia extra oral: polvidine
    intra oral: clorexidina
    2.campo cirúrgico fenestrado
    3.anestesia dada a distância da lesão (impedir a distensão do tec. e perder a definição da lesão)
    4.sutura deve ser iniciada no centro da lesão (evitar “dobra” de tecido)
    fragmento da lesão deve ser acondicionado em frasco com formol 10%(preservação), 10x o volume da peça.

    Regras gerais :

    (relatório): nome completo do paciente/ idade/ informações, nome do c.d / telefone, características da lesão , hipótese de diagnóstico.
    (cuidados): evitar subst. corantes , injetar anestésico na lesão, áreas necróticas, ação do formol no máx. 24h, em caso de lesões múltiplas/ extensas colher várias amostras
    material insuficiente ,manipulação e fixação inadequada,relatório incompleto,erro cometido pelo patologista.

    O que é Citologia Esfoliativa ?

    (exame complementar)
    Estudo das células descamadas do epitélio (variação das células superficiais)


    Indicação:

    lesões inócrilas , insipientes
    qdo acomete o epitélio (lesão superficial)
    paciente contra indicado a cirurgia ou recusa a realização de biópsia
    para definir a região biopsiada

    Contra indicação:

    lesão profunda coberta por mucosa sadia
    lesão com mucosa superficialnecrosada
    lesão ceratótica (hiperqueratinizadas)


    Vantagens:

    sem uso de anestesia
    rápida
    diminui a ansiedade do paciente


    Desvantagens:

    evidencia apenas lesões superficiais
    profissional em dúvida com falso negativo (aprox.20%)

    (Técnica)
    1.bochecho com soro fisiológico/água
    2.promover a raspagem com espátula de aço 24 /ou swab (mov. em único sentido)
    3.fazer esfregasso na lâmina
    4.mergulhar em um frasco com fixador (álcool 50% + éter 50%)
    5.identificar (relatório)

    (resultado)
    Classificação de citologia esfoliativa:

    Classe 0 – mat. Insuficiente/inadequado
    Classe I – célula normal
    ClasseII – célula atípica com presença de processo inflamatório, sem evidencia de malignidade.
    Classe III – células sugestivas de malignidade
    ClasseIV- célula fortemente sugestiva a malignidade
    Classe V – citologia conclusiva de malignidade

    * a partir da classeIII é indicado que se faça biópsia.

    Roteiro de aula elaborado pela Raquel Oliveira Marcondes de Mello